top of page
Buscar

FHO é a 4ª colocada entre as instituições de ensino superior privadas brasileiras no UI GreenMetric

O ranking mundial avalia a implementação de práticas voltadas à sustentabilidade em instituições de ensino de todo o mundo.



Fonte da imagem: Freepik.com


Pelo terceiro ano, a FHO|Fundação Hermínio Ometto integra a lista de instituições de ensino superior sustentáveis do UI GreenMetric World University Rankings on Sustainability. O resultado do principal ranking mundial em sustentabilidade foi divulgado neste mês de dezembro pela Universitas Indonesia e, em 2022, contou com a participação de 1050 instituições de ensino superior, 39 delas brasileiras.


Nesta edição, a FHO ocupa a 294ª posição no ranking geral, com 6.995 pontos atribuídos a indicadores que avaliam as seguintes categorias: ''Configuração do Campus e infraestrutura'', ''Energia e mudanças climáticas'', ''Resíduos'', ''Água'', ''Transporte'' e ''Ensino e pesquisa''. Entre as instituições de ensino superior brasileiras, públicas e particulares, a FHO subiu cinco posições, passando a ocupar a 11ª colocação, e o 4° lugar quando consideradas apenas as instituições privadas.


Para o Reitor do Centro Universitário, Prof. Dr. José Antonio Mendes, as instituições de ensino superior, como centros difusores do conhecimento científico e de formação de profissionais, exercem posição de destaque na sociedade e, por isso, têm papel fundamental ao incorporar a sustentabilidade no ensino, na pesquisa, na extensão e nas operações realizadas em seus Campus, despertando a consciência crítica e estimulando as ações efetivas de sua comunidade universitária e na comunidade onde está inserida. ''Para a FHO, a sustentabilidade acompanha a sua trajetória histórica, sendo evidenciada em seu comprometimento com a sociedade e o meio ambiente, buscando transformar positivamente pessoas. A primeira participação no GreenMetric em 2020 e, agora, pelo terceiro ano consecutivo, se posicionando no 11º lugar entre as IES brasileiras, atestam o reconhecimento das ações que estão sendo realizadas e nos motivam, ainda mais para seguirmos com a nossa missão de construir um mundo social, ambiental e economicamente sustentável'', disse ele.


Destaques da avaliação: água, resíduos, ensino e pesquisa

Nesta edição do ranking, a FHO se destacou com maior pontuação nas categorias ''água'', ''resíduos'', ''energia e mudança climática'' e ''ensino e pesquisa''. São exemplos de ações desenvolvidas pela Instituição nestas áreas: o uso eficiente e o reaproveitamento da água utilizada no Campus; as políticas internas de redução do consumo de papel e plástico; a reciclagem de resíduos produzidos; a inclusão da ''Sustentabilidade'' como disciplina específica na matriz curricular de todos os cursos de graduação; e as atividades voltadas à Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS), tais como os projetos Transformação Sustentável e Carbono Zero, promovidos pelo Escritório de Sustentabilidade e com a participação da comunidade.


A partir dos resultados obtidos em cada categoria, as instituições conseguem saber os aspectos que precisam de mais atenção, o que auxilia no monitoramento e direcionamento das ações. ''O avanço na pontuação deste ano nos trouxe muita alegria por representar todo o esforço dos colabores, alunos, Direção e Fundação para a construção de um mundo sustentável. Com toda a certeza isso nos motiva a continuar trilhando este caminho e buscar melhorar ainda mais para o próximo ano'', comentou o Coordenador do Comitê de Sustentabilidade (ComSus) da FHO, Prof. Me. Marco Antonio Alves de Souza Junior.


Sobre o UI GreenMetric

O UI GreenMetric foi criado em 2010 pela Universitas Indonesia a fim de medir os esforços de sustentabilidade das universidades. O ranking tem como objetivos: contribuir para o discurso acadêmico sobre sustentabilidade na educação e ecologização do Campus; promover a mudança social liderada pela universidade em relação aos objetivos de sustentabilidade; ser uma ferramenta de autoavaliação da sustentabilidade do Campus para instituições de ensino superior de todo o mundo; e informar governos, agências ambientais internacionais e locais e a sociedade sobre os programas de sustentabilidade no Campus.

Comments


bottom of page