top of page
Buscar

Agricultores brasileiros disparam na digitalização



O motor da nossa economia. Em uma pesquisa feita pela consultoria McKinsey, mais de 5.600 agricultores em nove países foram entrevistados para entender o que pensam sobre a rápida transformação tech do mundo.

Os resultados mostraram que os produtores brasileiros são os que mais utilizam técnicas sustentáveis — como plantio direto e controle biológico em larga escala.

Eles também se disseram otimistas sobre as margens de ganho futuras. É só pensar que as commodities agrícolas estão caras, até mesmo por conta da guerra na Ucrânia.

Agro nas telinhas


O Brasil tem múltiplas agriculturas, desde grandes fazendeiros — que tiveram leve queda do índice de digitalização, de 45% para 40% —, a produtores menores — com aumento do índice de 30% para 40%.

  • No geral, os agricultores brasileiros continuam mais digitalizados do que os americanos e europeus, com uma taxa total em torno de 40%.

Qual o motivo? Na média, o agricultor brasileiro é mais jovem do que o agricultor dos EUA e Europa, com menos de 45 anos de idade. Essa geração já se adaptou às transações, vendas e gestão online.

Além disso, o país tem propriedades maiores e colheita duas vezes por ano, o que permite avaliar mais rápido os benefícios da digitalização.


Comments


bottom of page